Onde a FIV pode contribuir para esse crescimento e melhoria de qualidade dos animais?

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

IMG 20181216 112021Brasil bate recorde de exportação de gado vivo, diz Scot Consultoria
Tanto o número de bovinos embarcados quanto o faturamento mais do que dobraram na comparação entre 2018 e 2017
11 de janeiro de 2019 às 10:11 / Por Canal Rural
Segundo o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, foram exportadas 39,8 mil cabeças de bovinos em dezembro, com um faturamento total de US$25,11 milhões. O volume foi 42,2% menor que em novembro, o que já era esperado por dezembro ser um mês em que as negociações perdem ritmo devido às festividades. Os países importadores no mês de dezembro foram Egito (17,7 mil cabeças), Turquia (13,5 mil cabeças), Jordânia (2,9 mil cabeças), Iraque (2,5 mil cabeças) e Líbano (3,0 mil cabeças).

Onde a FIV pode contribuir para esse crescimento e melhoria de qualidade dos animais?
Artigo: Paulo Henrique F. Vieira (Veterinário CRMV-GO 6006)

A reprodução, é referência mundial pelo volume de dados que acumulam 379.237 embriões produzidos em 2016 e 345.528 produzidos em 2017, segundo a Sociedade Brasileira de Transferência de embriões e a Inseminação Artificial em Tempo Fixo ultrapassa os 10,5 milhões de procedimentos ao ano. O fato é que esse conjunto de práticas, em um nível mais elevado do uso de tecnologias produtivas, tem garantido ao país de cumprir o papel de ser fonte de alimento para o mundo. Diante deste cenário, o pecuarista deve estar atento às novas técnicas e tendências do mercado para acompanhar o ritmo de demanda. É o que fazendas não só de gado de corte, mas também de leite do País fazem há algum tempo: adotam técnicas avançadas, entre elas a Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF) e a Produção In Vitro de Embriões (FIV), para atender de maneira mais rápida possível a demanda do mercado. A FIV é uma tendência para o desenvolvimento da pecuária e vem sendo largamente implementada nos rebanhos bovinos comerciais.

IMG 20181229 WA0007Com o uso da técnica de fertilização in vitro (FIV) na reprodução de bovinos, o caminho da seleção e do melhoramento genético pode ser encurtado em pelo menos três gerações ou cerca de 30 anos de seleção, permitindo rápidos saltos na produção e na qualidade de carne. Enquanto nas outras técnicas de reprodução (monta natural e IATF), as fêmeas poderão produzir apenas 1 bezerro (a) por ano. Já na utilização da FIV, esta técnica poderá proporcionar que cada fêmea venha produzir até 50 bezerros dentro de um ano.

O mecanismo de produção In Vitro de Embriões (PIV) é constituído por três etapas: Maturação in vitro (MIV), Fertilização in vitro (FIV) e cultivo in vitro (CIV). Na FIV, oócitos (Células sexuais femininas) aspirados nos folículos ovarianos de uma vaca, são fecundados em laboratório, por espermatozoides contidos no sêmen de um touro. Os embriões originados desse processo são transferidos a uma fêmea receptora, que deve ser preferencialmente novilha ou vaca de primeira cria. Sem dúvidas é ganho para o produtor que almeja melhorar a genética do rebanho.

Talvez os criadores não saibam que podem comprar um processo de tecnologia ou genética por um preço mais baixo que há alguns anos. É possível financiar a aquisição de prenhezes de animais extremamente produtivos e premiados e obter retorno imediato, já que as mães e os pais são provados. Podendo ser trabalhado sêmen de Aberdeen Angus sexado de macho, na qual vamos produzir maior número de indivíduos destinados aos confinamentos ou a exportação. Indivíduos sendo desmamados mais precoces, ou seja, mais cedo com média de 6 a 7 meses de idade. Podendo assim reduzir o intervalo entre partos, reduzir a lotação de animais na fazenda, descansar mais cedo a vaca e aumentando o peso á desmama Chegando a produzir de 1@ a 1,5@ a mais em comparação à bezerros oriundos de outras técnicas.

Colunista da Tropicalzebu.com.br & Parceiro.

phveterinario

Translator

Widget Instagram

Receba nossa newslleter

Receba nosso conteúdo gratuitamente.

Redes Sociais

✓Parceiros

girleiteiro.png

✆WhatsApp

Tropicalzebu.com.br &

Giristas do Brasil no WhatsApp

(62)9-8100.7914